Escorpiões – Controle e Combate ao Escorpião

Escorpiões – Controle e Combate ao Escorpião

Cerca de 117 gêneros de escorpiões já foram identificados no mundo, os quais subdividem-se em cerca de 1.500 espécies. Embora sejam venenosos e peçonhentos, nem todas as espécies representam riscos à saúde pública. A picada é muito dolorosa, realizada através do ferrão que se localiza em sua extremidade final.

Combate e Controle de Escorpiões

Os escorpiões habitam áreas com muito pedregulho, que proporcionam esconderijo e proteção. Seu alimento preferido são as baratas, mas os grilos e as aranhas também são apreciados. Preferem caçar seu alimento do que recebê-lo morto, mas possuem uma particularidade importante: podem viver até um ano sem se alimentar. Desta forma, adaptam-se facilmente às condições adversas e conseguem sobreviver em esgotos, entulhos, pilhas de madeiras, pilhas de tijolos ou de telhas, cemitérios, abrigos nos domicílios, caixas de fiação elétrica, conduítes, entre outros. Estes animais apresentam uma longevidade que varia entre três e quatro anos, período durante o qual geram de 15 a 30 filhotes. O veneno do escorpião pode matar crianças e idosos que estiverem com a saúde debilitada e o tratamento deve ser feito com soro antiescorpiônico.